27 de junho de 2013

Conversem como se fossem namorados

Novidade aqui no blog hoje, vocês sabem que toda semana uma psicologa postava aqui né? Mas já tem um tempo que ela não atualizava então achei outra pessoa que vai conversar com vocês mensalmente aqui no blog. Espero que gostem!

Conversem como se fossem namorados

Falar sobre sentimentos parece tão perigoso. Será? Não será. O que não percebemos, infelizmente, é o quanto não falarmos sobre nós cria problemas, afastamentos. Tenho capítulos exclusivos sobre isso no meu livro, devido a tamanha importância. Normalmente, no namoro, conversamos, contamos tudo o que aconteceu durante o dia, desde o   acordar atrasado até a discussão com o colega de trabalho, passando pela dor de cabeça demasiadamente incômoda. Ainda, poderemos até discursar sobre a tal dor, dizendo que deve ser o não lidar com as pressões do dia a dia, as culpas que surgem, pois somos perfeccionistas... 


Após o casamento, no entanto, assim que tiramos as roupas de noivos, vestimos as de cônjuges. Só falamos sobre obrigações, casa, filhos. Habitualmente, são críticas e cobranças à vontade. E cada um tem a sua responsabilidade nessa mudança radical. Perdemos a coragem de conversar. É claro que o outro (o marido ou a mulher) não contribui, como já disse, porém as mudanças devem sempre partir de dentro para fora, ou seja, cabe-nos cumprir a nossa parte. 
        Não é fácil, eu sei. Tem que ser uma tomada de decisão. “Eu decido que o meu casamento é muito importante e, portanto, vou investir nele”.O resultado será um relacionamento muito melhor, inclusive pelo fato de a gente se valorizar (pois só consegue fazer tal coisa, quem se “banca”, quem se valoriza). Assim, a admiração, o amor, o respeito de um para o outro tendem a continuar ou a voltar, e até a aumentar.

NÃO ESQUEÇA: É O “DE DENTRO” QUE APROXIMA, NÃO A SUPERFICIALIDADE.

Imaginemos a seguinte situação:

            Você teve uma discussão feia com alguém do escritório. O seu marido chega a casa e lhe pergunta se está tudo bem.  Você diz que está. Você lhe pergunta a mesma coisa e ele também responde igual. Falam sobre banalidades, ou sobre o que vocês fizeram de bonitinho, de certinho, se falarem (erros a gente não comenta). Jantam e logo depois vão dormir. Quer dizer, um não sabe nada do que se passa com o outro.
            Inúmeros itens alimentam um casamento: amor, respeito, admiração (muito importante), comprometimento, companheirismo... Mas a meu ver é imprescindível o diálogo aberto, o continuar sendo o que se era, pois a conversa contempla todos os outros itens ou, pelo menos é o melhor caminho para resolvê-los.


Encontre o Holy Bride / Find us on
O que achou:

12 comentários:

Samira disse...

já esotu meio q me acostumando a falar de sentimentos com meu namorado porque nos dois somos poetas então ahhaha mas sim, as pessoas ficaram frias
lamourmonage.blogspot.com

Amanda Schuler disse...

Arraaasooou nessa nova seção do blog. Adorei ainda mais os textos! :D
É importante mesmo deixar que os sentimentos se expandam e não fiquem retraídos dentro do nosso coração!
Beijos

Angela Graziela disse...

Gostei bastante dessa nova colunista do blog

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com.br

SUI disse...

Gostei bastante...dica pra refletir

Iara Priscila disse...

Gostei bastante!! É importante demais a conversa, a troca de sentimentos .. eu e Jean somos assim, e espero que nosso amor aumente mais a cada dia com a nossa cumplicidade! *-*

beijos
amandocasandoedecorando.blogspot.com.br

Bella disse...

Amanda que post perfeito! Porque realmente e um desafio, casamento nao e para qualquer um porque exige uma dedicacao muito grande que nem todo mundo esta disposto a dar e conversar e uma delicia, mantem as coisas renovadas! Amei o post! Beijos!

Simples e Agradável Blog (Pamela Paz) disse...

Que lindo, a coisa que mas faço com meu marido é conversar, e sempre nestas conversas sempre vem uma declaração.


http://simpleseagradavel.blogspot.com.br/

http://www.facebook.com/SimplesAgradavelBlog

Kassya Araújo disse...

Verdade, concordo flor

Jéssica Coelho disse...

Muito legal essas dicas
adorei esse post com alguem nos aconselhando!

Beijos Jéssica R. Coelho BLOG

-Sorteio de um Creme Silicon Mix-

Rachel Malheiros disse...

Adoro conversar com meu namorado, considero-o tbm como um amigo, alias temos que falar sempre como estamos nos sentindo para uma melhor compreensão.

bjos :)
http://rachelmalheiros.blogspot.com.br/

Harumi Holanda disse...

Muito show!!
Bela dica viu linda!! :D
obrigada por sempre estar no meu cantinho :D
Beeijos linda;*

Amanda Soldi disse...

parei na angela